Entenda

Como funciona a sedação com óxido nitroso na odontologia?

Como funciona a sedação com oxido nitroso na odontologia

Um profissional que atua na saúde bucal deve estar atualizado sobre todos os tipos de procedimentos, mesmo que esse não seja o foco da sua área. Seja para orientar o paciente ou um membro de sua equipe, é importante conhecer, por exemplo, como funciona a sedação com óxido nitroso na odontologia.

Para começar a entender um pouco mais, o óxido nitroso é um gás com efeito no sistema nervoso central. Sua ação causa um estado de relaxamento, diminuindo os níveis de estresse e ansiedade. Ao contrário de outros tipos, nesta opção o paciente mantém a consciência, o que leva ao nome de “sedação consciente”.

Em casos de inalação, o óxido nitroso é misturado ao oxigênio. A mistura é incolor e possui um odor levemente adocicado, o que o torna agradável para a respiração. Os efeitos sedativos são imediatos, mas a consciência do paciente se mantém inalterada durante todo o procedimento.

O óxido nitroso reduz os batimentos cardíacos e controla a ansiedade, o estresse e o medo. Isso acontece também pela liberação de endorfina, o que promove efeitos analgésicos e ansiolíticos. Por seus benefícios, esse tipo de sedação costuma ser utilizada com frequência.

Você está no blog do Centro de Desenvolvimento Odontológico (CDO). Seja bem-vindo e leia com atenção as informações que separamos abaixo!

Quais são as indicações para a sedação com óxido nitroso?

Antes de falarmos como funciona a sedação com óxido nitroso na odontologia, vamos elencar suas indicações.

A sedação com óxido nitroso é indicada para todos os pacientes que possam se beneficiar de seus efeitos. Ou seja: é recomendada para aumentar o conforto e diminuir as sensações negativas associadas ao medo de realizar alguns procedimentos.

A sedação consciente é muito comum no tratamento de pacientes pediátricos, os quais costumam ser mais agitados e terem medo de procedimentos odontológicos. Apesar disso, o seu uso não é exclusivo para crianças, permitindo tranquilidade também aos adultos.

Além disso, entender o seu funcionamento ajuda muito porque ela é recomendada em procedimentos de longa duração, para pacientes com alergias aos anestésicos tradicionais, para aqueles com insuficiência hepática ou renal e todos os que possuam medo ou ansiedade excessivos.

Veja como funciona a sedação com óxido nitroso na odontologia

Esse procedimento é feito por meio do uso de uma máscara, a qual cobre somente o nariz do paciente. É este equipamento que permite a inalação dos gases óxido nitroso e oxigênio. O efeito sedativo é praticamente imediato, aparecendo em segundos.

Durante todo o procedimento, o odontologista possui controle completo sobre a administração da mistura gasosa. Isso permite que o uso do óxido nitroso possa ser interrompido a qualquer momento, de acordo com a duração e a necessidade dos seus efeitos sedativos.

Interromper a sedação com óxido nitroso é simples, bastando que o paciente volte a respirar o oxigênio puro. A partir do momento em que a mistura gasosa é interrompida, os seus efeitos sedativos cessam rapidamente. Essa característica reforça a sua segurança.

Para entender melhor como funciona a sedação com óxido nitroso na odontologia e utilizar a técnica, é necessário que o profissional amplo conhecimento sobre anestésicos, tanto de maneira prática quanto teórica.

Quais são as vantagens da sedação com óxido nitroso?

Os benefícios dessa sedação são inúmeros. Algumas vantagens mencionadas brevemente em tópicos anteriores são o alívio da ansiedade e do estresse, o que leva a um estado de maior tranquilidade e relaxamento, diminuindo a sensação de “demora”.

A ação do óxido nitroso é imediata, tanto para o seu início quanto para a finalização. Isso significa que a recuperação é rápida, sem efeitos colaterais, de maneira simples, não invasiva e indolor. Como esperado, a mistura gasosa aumenta a tolerância à dor de maneira eficaz.

Descobrir como funciona a sedação com óxido nitroso na odontologia é essencial porque ela pode ser usada tanto em procedimentos simples, quanto naqueles de maior complexidade.

Durante toda a sua duração, o paciente permanece consciente, o que significa que ele pode colaborar e responder aos estímulos verbais.

Por ser altamente seguro, esse tipo de sedação não requer o acompanhamento de um anestesista. Não existem sintomas resultantes da inalação da mistura gasosa, o que faz com que seu uso diminua os receios que pacientes possam ter em procedimentos futuros.

Contraindicações e demais considerações sobre sedação com óxido nitroso

Após ler aqui sobre como funciona a sedação com óxido nitroso na odontologia e as suas vantagens, é importante elencar que a técnica pode não ser indicada em alguns casos.

As contraindicações do uso do óxido nitroso como sedativo são mínimas. Não há qualquer proibição quanto ao seu uso em pessoas gestantes após o primeiro trimestre de gravidez, hipertensas, diabéticas, com problemas cardíacos ou outros tipos de comorbidades.

Embora não seja uma restrição, a utilização do óxido nitroso não é possível sem a colaboração do paciente, o que restringe o seu uso para crianças acima de 3 anos e que aceitem o uso da máscara. Essa colaboração também é necessária em pacientes adultos.

Pessoas com obstrução nas vias nasais, como aquelas com rinite e sinusite agudas, não se beneficiam do método sedativo, considerando que ele não faz qualquer efeito quando o gás não é respirado pelo nariz. Nestes casos, é recomendado o uso de outros tipos de sedação.

Por fim, é preciso considerar restrições relacionadas à condições psicológicas como alterações de personalidade, claustrofobia, distúrbios emocionais e doenças psiquiátricas. Pode ser preciso, então, trabalhar de maneira conjunta com outros profissionais da medicina.

Como razão da nossa existência, o Centro de Desenvolvimento Odontológico (CDO) aborda aqui no blog diversos assuntos que podem ajudar a vida do dentista em suas pesquisas e definições sobre o futuro profissional.

Após ver como funciona a sedação com óxido nitroso na odontologia, sugerimos a leitura de:

Como ser um dentista de sucesso?

O que é odontologia hospitalar?

Também estamos no Instagram. Siga nosso perfil!

Em alta

Tipos de candidíase na boca – causas e sintomas

Entenda o que causa candidíase em seus pacientes, os fatores de risco e tratamentos disponíveis. Esta infecção fúngica pode surgir por …

Ler matéria

Curso para aplicação de botox: quem pode fazer?

A aplicação da toxina botulínica é um dos procedimentos mais buscado em clínicas odontológicas por todo o país. Saiba como atuar nessa área!

Ler matéria

Quais são os músculos da face? Anatomia facial

Em um rosto existem diversos músculos que desempenham determinadas funções, como a reprodução de movimentos. Conheça agora quais são!

Ler matéria

Sintomas de disfunção temporomandibular e dor orofacial

A disfunção temporomandibular (DTM) é uma síndrome que atinge milhares de pessoas, independente da idade, sexo e raça, sendo muito mais comuns em mulheres adultas. Ao se especializar na área, o dentista será capaz de compreender as características das articulações maxilares, os músculos responsáveis pela mandíbula e poderá identificar os sintomas de disfunção temporomandibular e […]

Ler matéria

Como identificar cárie na radiografia panorâmica?

Você sabia que a radiografia é uma das principais formas de diagnosticar cárie? Veja o que é e como ela pode auxiliar no seu consultório!

Ler matéria

O que é pulpectomia e quem deve fazer?

Este procedimento odontológico faz a remoção da polpa dentária infectada ou doente. A pulpectomia costuma ser uma das etapas do tratamento …

Ler matéria

Outras matérias

Como fazer um laudo odontológico

Como fazer um laudo odontológico?

Assim como em outras áreas, na odontologia os laudos possuem um imensa variedade, sendo o mais frequente o laudo radiográfico. Saiba mais!

Como calcular anestesia odontológica

Como calcular anestesia odontológica?

Antes de calcular a anestesia odontológica é necessário fazer uma anamnese com seu paciente para descobrir possíveis alergias. Saiba mais!

O que é endodontia microscópica

O que é endodontia microscópica e por que usá-la em seu consultório?

Você conhece o diferencial da endodontia microscópica? Ela torna o tratamento mais seguro e menos invasivo. Saiba mais sobre o procedimento!

O que é lip lift?

O que é lip lift?

Este é um procedimento de cirurgia plástica que modifica a aparência estética dos lábios e que é muito buscado em consultórios odontológicos.