Anatomia

Quais são os músculos da face? Anatomia facial

Quais são os músculos da face

Os profissionais da odontologia que pretendem aprofundar os conhecimentos em Harmonização Orofacial (HOF) precisam saber quais são os músculos da face e suas principais funções. Contudo, este conhecimento não precisa ser restrito àqueles que atuam nesta área.

Os músculos do nosso corpo são estruturas adaptadas para produzirem movimentos. Logo, na face eles possuem a mesma função. A maior parte deles se originam do crânio ou de estruturas fibrosas e se irradiam para a pele por meio de um tendão elástico. 

São cerca de 20 músculos esqueléticos e planos que se localizam abaixo da pele do rosto. Eles têm a aptidão de se contraírem e se estenderem, por isso mostram as expressões faciais quando sorrimos, choramos, sentimos raiva ou qualquer outro tipo de expressão. Logo, o que forma as linhas de expressão, são as contrações dos músculos por baixo da pele.

Normalmente, a função dos músculos são indicadas pelos seus nomes, que revelam o movimento que fazem. Os que mais interessam a odontologia são os peribucais, que estão em volta da rima da boca.

Para você, cirurgião-dentista que quer se aprofundar ou até mesmo relembrar quais são os músculos da face e as suas respectivas atividades, continue lendo este artigo. Nele, separamos os principais e suas funções. Confira!

Quais são os músculos da mastigação?

Você deve saber que, para entender a musculatura facial, o músculo só tem a capacidade de se contrair se o nervo responsável pelos movimentos estiver funcionando perfeitamente. Caso haja alguma ruptura ou paralisia, ele não contrai.

Para que você saiba quais são os músculos da face envolvidos no processo de mastigação, temos: três elevadores (masseter, temporal, e pterigóideo medial) e um protrusor (pterigóideo lateral).

Eles recebem a inervação do nervo trigêmeo, por meio de sua raiz motora, o nervo mandibular.

Os ramos que chegam aos músculos recebem um nome equivalente: nervo massetérico, nervos temporais profundos, nervo pterigóideo medial e pterigóideo lateral.

Músculo masseter

Após ver acima quais são os músculos da face envolvidos na mastigação, chegou o momento de detalhar cada um deles. Você já imaginou como seria, ou o que aconteceria se as pessoas não conseguissem fechar a boca quando necessário?

Essa é a função do músculo masseter. Ele é espesso retangular e consiste de uma parte superficial e outra profunda, ambas originam do arco zigomático.

Assim como todos os músculos da mastigação, o masseter é inervado por um ramo do nervo mandibular, como explicamos acima. Ele é um dos componentes do aparelho mastigatório e tem a função de elevar a mandíbula, causando o fechamento da boca.

A contração da parte superior, que cursa diagonalmente, move a mandíbula para frente (protrusão). Ele ainda auxilia na estabilização da tensão da cápsula articular a articulação temporomandibular.

Músculo temporal

Esse músculo faz parte da mastigação, têm a forma de um leque e está localizado na lateral do crânio. Em razão do seu tamanho, ele pode ser facilmente palpado, especialmente quando o paciente abre e fecha a boca alternadamente.

Sua origem é da fossa temporal, uma grande depressão do lado da cabeça e da fáscia temporal, que cobre completamente a superfície do músculo. Dali, ele cursa inferiormente por meio do espaço entre o arco zigomático e o crânio, formando um espesso tendão que se insere no processo coronóide da mandíbula.

O músculo temporal é o mais poderoso da articulação temporomandibular. De forma funcional, ele é dividido em duas partes: Tem a interior, que cursa e move a mandíbula para a frente (protrusão) e as fibras da parte posterior, que puxam a mandíbula para trás (retração). A ativação de ambas as partes movem a mandíbula dorso-cranialmente, levando ao fechamento da mesma (elevação).

Músculo pterigóideo medial

Os pterigóideos fazem parte dos músculos da mastigação e auxiliam na movimentação da articulação temporomandibular. Na verdade, eles são dois: mediais e laterais.

A contração do pterigóideo medial eleva a mandíbula (fechamento da boca) e a move para frente. Esses movimentos são reforçados por um anel muscular formado com o masseter. 

O músculo pterigóideo lateral difere dos outros três porque é o único responsável por abrir a boca. Se ela já  estiver aberta, o movimento continua com a participação dos supra-hióideos.

Músculo supra-hióideos

Os supra-hióideos são um grupo de quatro músculos que vão da mandíbula até o osso hióide. Eles não só formam o assoalho da boca, como também possuem função fundamental na mastigação, deglutição e na fala.

Veja a seguir 4 os músculos supra-hióideos que atuam como abaixadores e retrusores da mandíbula:

  • Digástrico;
  • Milo-hióideo;
  • Gênio-hióideo;
  • Estilo-hióideo.


Todos eles contribuem para o assoalho da boca, mas a verdadeira placa muscular que se estende entre os dois ramos da mandíbula é formada pelos milo-hióideos. Por cima, o assoalho da boca é reforçado pelos gênio-hióideos e, por baixo, pelos ventres anteriores dos músculos digástricos.

Músculos infra-hióideos

Finalizando o artigo em que apresentamos quais são os músculos da face, chegou o momento de falar dos infra-hilóideos. Eles são formados por quatro músculos localizados abaixo do osso hióide e se inserem no esterno, laringe e escápula.

Veja a seguir quais são os músculos infra-hióideos:

  • Omo-hióideo;
  • Esternotireóideo;
  • Tireo-hióideo;
  • Esterno-hióideo.

Eles são responsáveis por posicionar o osso hióide, junto com os músculos supra-hióideos e possuem um papel ativo na deglutição e na movimentação da laringe.

Você pode ver acima mais detalhes sobre quais são os músculos da face, mais um conteúdo especial desenvolvido pelo CDO. O Centro de Desenvolvimento em Odontologia é a nova marca de cursos de imersão, aperfeiçoamento e especialização odontológica do Brasil.

Com uma grade curricular robusta, composta por cursos de imersão, atualização, aperfeiçoamento e especialização, oferecemos a capacitação em temas atuais que vão ajudá-lo a expandir a sua formação.

Todos os cursos odontológicos do CDO possuem emissão de certificado de conclusão e são ministrados por profissionais atuantes e referências no atendimento especializado.

Veja também:

Em alta

Tipos de candidíase na boca – causas e sintomas

Entenda o que causa candidíase em seus pacientes, os fatores de risco e tratamentos disponíveis. Esta infecção fúngica pode surgir por …

Ler matéria

Curso para aplicação de botox: quem pode fazer?

A aplicação da toxina botulínica é um dos procedimentos mais buscado em clínicas odontológicas por todo o país. Saiba como atuar nessa área!

Ler matéria

Sintomas de disfunção temporomandibular e dor orofacial

A disfunção temporomandibular (DTM) é uma síndrome que atinge milhares de pessoas, independente da idade, sexo e raça, sendo muito mais comuns em mulheres adultas. Ao se especializar na área, o dentista será capaz de compreender as características das articulações maxilares, os músculos responsáveis pela mandíbula e poderá identificar os sintomas de disfunção temporomandibular e […]

Ler matéria

Como identificar cárie na radiografia panorâmica?

Você sabia que a radiografia é uma das principais formas de diagnosticar cárie? Veja o que é e como ela pode auxiliar no seu consultório!

Ler matéria

O que é pulpectomia e quem deve fazer?

Este procedimento odontológico faz a remoção da polpa dentária infectada ou doente. A pulpectomia costuma ser uma das etapas do tratamento …

Ler matéria

Quais são os tipos de sedação em odontologia?

Este é um procedimento adotado pelo cirurgião-dentista e pelo anestesista para oferecer maior conforto ao paciente durante um determinado …

Ler matéria

Outras matérias

Principais técnicas anestésicas odontológicas

Principais técnicas anestésicas odontológicas

Você sabia que dominar as principais técnicas anestésicas odontológicas, te ajudará no controle da ansiedade dos seus pacientes? Saiba mais!

Mensagem para retorno de pacientes odontológicos

Mensagem para retorno de pacientes odontológicos

Não sabe como enviar mensagem para o retorno de pacientes odontológicos? Confira 7 dicas e aprenda a fidelizá-los no seu consultório!

O que é dentistica restauradora

O que é dentística restauradora? Entenda esta especialidade da odontologia

Já ouviu falar sobre a Dentística Restauradora? Ela é uma especialidade que se dedica a recuperar e cuidar da aparência dos dentes. Confira!

O que é biopulpectomia

O que é biopulpectomia?

A Biopulpectomia é um procedimento realizado pelo Endodontista a fim de conservar os dentes dos seus pacientes. Saiba quando é necessário!