Dor orofacial

Sintomas de disfunção temporomandibular e dor orofacial

Sintomas de disfunção temporomandibular e dor orofacial

A disfunção temporomandibular (DTM) é uma síndrome que atinge milhares de pessoas, independente da idade, sexo e raça, sendo muito mais comuns em mulheres adultas.

Ao se especializar na área, o dentista será capaz de compreender as características das articulações maxilares, os músculos responsáveis pela mandíbula e poderá identificar os sintomas de disfunção temporomandibular e dor orofacial para sugerir o melhor tratamento ao paciente.

A especialização em disfunção temporomandibular é uma pós-graduação odontológica e tem duração média de dois anos.

Como razão da nossa existência, o Centro de Desenvolvimento Odontológico (CDO) apresenta aqui no blog diversos assuntos que podem ajudar a vida do dentista em suas pesquisas e definições sobre o futuro profissional.

E então, que tal decolar agora a sua carreira na odontologia? Confira aqui os cursos disponíveis e escolha o seu!

Continue sua leitura e compreenda quais são os sintomas de disfunção temporomandibular e dor orofacial e domine o assunto.

Leia também: O que é pulpectomia?

O que é a disfunção temporomandibular?

Conceitualmente, a disfunção temporomandibular (DTM) consiste no funcionamento anormal da articulação temporomandibular (ATM), a qual é responsável pelos movimentos da mastigação, ato de abrir e fechar a boca.

Nesse sentido, essa disfunção pode surgir a partir de diversos fatores como, por exemplo, hábitos parafuncionais, alterações hormonais, maloclusões severas, traumas no local e algumas alterações degenerativas como a artrite e a fibromialgia.

Todavia, a DTM pode ser causada por diversos fatores como o ato de apertar os dentes demasiadamente enquanto dorme, traumas na região e até mesmo o costume de roer as unhas.

Sendo assim, qualquer desvio no funcionamento dessa articulação e dos músculos relacionados com o movimento da mandíbula pode caracterizar uma DTM.

Alguns dos principais sintomas de disfunção temporomandibular e dor orofacial que indicam que o paciente está com esse problema são: dores de cabeça, enxaquecas constantes e dores na região da cabeça, face, mandíbula, pescoço ou boca.

Causas da disfunção temporomandibular

A articulação temporomandibular (ATM) é única, interligada e se move bilateralmente, ou seja, quando o lado direto se mexe, o esquerdo faz o mesmo movimento.

Todavia, a ATM está diretamente ligada a articulação dos dentes e, por isso, as razões mais corriqueiras de disfunção temporomandibular e dor orofacial:

  • Relação com a mordida e com o encaixe dos dentes superiores e inferiores;
  • Falta de dentes;
  • Próteses gastas ou mal-adaptadas;
  • Aperto ou ranger de dentes ao longo do dia ou da noite, também conhecido como bruxismo;
  • Acidentes de carro que tenham causado traumatismo na face ou pescoço;
  • Traumas no local da articulação como batidas ou quedas;
  • Traumas na região do queixo;
  • Artrites e artroses;
  • Quadros de estresse agudo;
  • Entubamento para cirurgias e endoscopias;
  • Cirurgias de siso.

Por sua vez, estas causas podem dar origem a diversos sintomas de disfunção temporomandibular e dor orofacial que podem demonstrar a gravidade do quadro da DTM no paciente.

Ao se especializar nesta área, você terá contato com informações relevantes para o correto diagnóstico da origem do problema, assim como a identificação do melhor tratamento clínico ou cirúrgico para cada caso avaliado.

Principais sintomas de disfunção temporomandibular e dor orofacial

Sendo assim, os principais sintomas de DTM são:

  • Cefaleia ao acordar ou ao ir dormir;
  • Dor na mandíbula e no rosto ao fazer os movimentos de abre e fecha com a boca, piorando na mastigação;
  • Sensação de cansaço nos músculos faciais;
  • Dificuldade em abrir a boca de forma completa;
  • Inchado em um lado do rosto;
  • Desgastes nos dentes;
  • Movimento irregular da mandíbula para um dos lados;
  • Sensação de estalar ao mastigar ou abrir a boca;
  • Tonturas;
  • Zunido no ouvido.

Perceba que todos estes sintomas de disfunção temporomandibular e dor orofacial estão relacionados ao movimento de abrir e fechar a boca, fazendo com que a articulação e os músculos da mandíbula sejam prejudicados, o que gera dores e outros desconfortos ao paciente.

Nos casos em que o paciente apresenta cefaleia, a dor pode estar sendo causada pela estimulação constante dos músculos faciais e pelo ato de mastigar.

Diagnóstico da DTM

Antes de tudo, é importante destacar que o diagnóstico correto da disfunção temporomandibular e dor orofacial é realizado por um cirurgião-dentista especialista em DTM e dor orofacial, por isso a necessidade de fazer uma pós-graduação nesta área.

Sendo assim, o diagnóstico é clínico e pode ser complementado com exames como tomografia, ressonância magnética ou ainda um ultrassom.

Além dos exames, são observados os sintomas de disfunção temporomandibular e dor orofacial que o paciente apresenta, construindo assim um quadro clínico completo e indicando o tratamento adequado para cada caso.

Tratamento 

Normalmente, são 02 (dois) os tratamentos indicados para a disfunção temporomandibular e dor orofacial, sendo eles o clínico e a correção cirúrgica.

Contudo, é importante destacar que em quadros mais leves, o tratamento clínico e o uso das placas de mordida, aliados à fisioterapia e medicamentos resolvem cerca de 90% dos casos.

Entretanto, em casos mais graves pode haver a necessidade de realizar um procedimento de correção cirúrgica, que inclusive não é um procedimento tão invasivo e permite que o paciente realize as suas atividades de maneira tranquila.

Sobre o CDO

O Centro de Desenvolvimento Odontológico oferece o que há de melhor na especialização e aperfeiçoamento teórico e prático para dentistas de todo o Brasil.

Todos os cursos disponíveis para dentistas possuem emissão de certificado de conclusão e são ministrados por profissionais atuantes e referências no atendimento especializado.

Caso esta seja a sua primeira visita ao blog do CDO, saiba que o nosso foco é fornecer conhecimento adicional para completar a sua formação odontológica por meio de cursos de especialização.

Em alta

Tipos de candidíase na boca – causas e sintomas

Entenda o que causa candidíase em seus pacientes, os fatores de risco e tratamentos disponíveis. Esta infecção fúngica pode surgir por …

Ler matéria

Curso para aplicação de botox: quem pode fazer?

A aplicação da toxina botulínica é um dos procedimentos mais buscado em clínicas odontológicas por todo o país. Saiba como atuar nessa área!

Ler matéria

Quais são os músculos da face? Anatomia facial

Em um rosto existem diversos músculos que desempenham determinadas funções, como a reprodução de movimentos. Conheça agora quais são!

Ler matéria

Como identificar cárie na radiografia panorâmica?

Você sabia que a radiografia é uma das principais formas de diagnosticar cárie? Veja o que é e como ela pode auxiliar no seu consultório!

Ler matéria

O que é pulpectomia e quem deve fazer?

Este procedimento odontológico faz a remoção da polpa dentária infectada ou doente. A pulpectomia costuma ser uma das etapas do tratamento …

Ler matéria

Quais são os tipos de sedação em odontologia?

Este é um procedimento adotado pelo cirurgião-dentista e pelo anestesista para oferecer maior conforto ao paciente durante um determinado …

Ler matéria

Outras matérias

O que é infecção cruzada na odontologia?

O que é infecção cruzada na odontologia?

Um desafio para os dentistas na rotina de consultório é a infecção cruzada. Conheça os riscos e saiba como fazer a prevenção em sua clínica!

O que é odontologia do trabalho

O que é odontologia do trabalho? Qual é a sua importância? 

Entre as especializações do dentista existe a Odontologia do Trabalho, ela visa acompanhar e prevenir as doenças bucais dos trabalhadores!

Procedimentos da cirurgia oral menor

Conheça os procedimentos da cirurgia oral menor

A cirurgia oral menor é uma especialidade que pode agregar valor ao seu consultório odontológico. Conheça os tipos e amplie suas habilidades!

Diferença entre anamnese e exame físico

Principais diferenças entre anamnese e exame físico

Qual a diferença entre anamnese e exame físico odontológico? Em um deles você irá consultar o histórico de saúde do seu paciente, enquanto …