Entenda

Para que serve o escaneamento intraoral? Entenda como funciona a técnica

Para que serve o escaneamento intraoral.

O registro de imagem evita erros de distorções e garante maior precisão

Os avanços da tecnologia permitem que o profissional da odontologia aprimore seu trabalho e traga cada vez mais qualidade de vida ao paciente. Entre as inovações está o escaneamento intraoral que vem substituindo a técnica tradicional de moldagem de gesso dos arcos dentais.

O escaneamento intraoral é um dos processos da ortodontia digital, técnica que utiliza ferramentas como simuladores 3D, aparelhos de raio-X panorâmicos e scanners no consultório. Além de modernos, os procedimentos garantem maior precisão, agilidade e comunicação com o paciente.

Por ser uma técnica nova, muitos profissionais ainda não sabem para que serve o escaneamento intraoral, como ele funciona e seus benefícios. Se este também é o seu caso, vamos ajudá-lo!

Leia com atenção este conteúdo elaborado pela redação do Centro de Desenvolvimento em Odontologia (CDO).

O que é o escaneamento intraoral?

O escaneamento intraoral ou modelagem digital consiste na reprodução dental em 2D ou 3D com o uso de um scanner. A câmera filma e digitaliza toda a arcada dentária e um de seus principais diferenciais é contemplar os tecidos de difícil alcance.

Trata-se de um procedimento simples, indolor e bastante rápido por eliminar etapas clínicas. Todo o processo de escaneamento leva, em média, de três a cinco minutos. Ademais, evita possíveis distorções e, assim, garante precisão ao atendimento, graças à qualidade das imagens captadas.

O escaneamento intraoral é indicado, por exemplo, para pacientes que apresentam deformidades anatômicas de palato e reflexo de GAG. São situações que dificultam o uso da moldagem de gesso, uma vez que há desconforto ao morder a moldeira e até o escoamento do material para a cavidade nasal.

Entenda para que serve o escaneamento intraoral

Com as imagens obtidas pelo escaneamento, são criadas próteses, aparelhos personalizados, coroas, implantes e placas de bruxismo. Quando comparado à modelagem tradicional de gesso, o escaneamento intraoral apresenta os seguintes benefícios:

  • Proporciona mais conforto ao paciente porque dispensa massas de moldagem;
  • Maior precisão por eliminar distorções ocasionadas pelo gesso e alginato;
  • Otimização de diagnóstico;
  • Impressão do trabalho no dia do atendimento;
  • Redução no tempo de caldeira;
  • Redução de espaço físico para armazenamento dos moldes;
  • Otimização do fluxo de trabalho.

O escaneamento intraoral também serve para detectar fraturas, recessões gengivais, facetas de porcelana e simulações de cirurgia. No dia a dia do consultório, o procedimento facilita a comunicação com o paciente durante o tratamento.

Enquanto o procedimento é feito, o profissional mostra, por uma tela, onde há acúmulo de cáries ou tártaros, o que demanda maior atenção na higiene bucal. Com isso, o dentista tem subsídios para informar ao paciente suas necessidades reais, bem como as possibilidades de tratamento e tomadas de decisões mais acertadas.

Em suma, como você pode ver acima, ao responder para que serve o escaneamento intraoral, ele atua em diversas práticas odontológicas, como a Implantodontia, Prótese, Dentística, Ortodontia, e Cirurgia.

Como é feito o escaneamento intraoral?

O escaneamento pode ser feito pelo método direto e indireto. No método indireto, é feito o arquivo digital, mas para isso, ainda é elaborada a moldagem tradicional de gesso. Já no método direto, o escaneamento é feito na boca do paciente, registrando o modelo virtual dos dentes (duros e moles), arcos, tecidos, gengiva e oclusões.

Primeiro, a ferramenta é inserida na boca do paciente, sem invasão, na região dos dentes e gengiva. A luz é projetada sobre a superfície e, ao ser refletida, captada pelo sensor de imagem. Quando o escaneamento intraoral é feito, gera uma série de pontos triangulados depois de sucessivas tomadas de imagens.

Como a câmera é pequena, todo o procedimento ocorre sem gerar incômodo ao paciente. 

Posteriormente, o molde é visualizado por meio de softwares sob diferentes ângulos. Deste modo, o paciente pode participar da confecção e conferir o resultado final do tratamento antes mesmo do início.

É possível terceirizar o uso do escaneamento intraoral?

Depois de entender para que serve o escaneamento intraoral, você pode pensar que a sua instalação em um consultório odontológico pode demandar um investimento alto e isso é verdade. Além de ser caro, ele demanda uma manutenção constante.

Para contornar isso, é possível fechar uma parceria com uma clínica terceirizada. A vantagem é que, além de dispensar os custos com aquisição e manutenção, os profissionais são especializados no uso do equipamento, desde a captura de imagens até a confecção das próteses.

Os benefícios de aplicar o escaneamento intraoral no consultório contemplam o dentista por otimizar seu fluxo de trabalho e, mais ainda, o paciente por proporcionar qualidade de vida e tratamento. Logo, sua implantação para planejamento e tomada de decisões é primordial na construção de credibilidade e estratégia de marketing do odontólogo.

Conheça o Centro de Desenvolvimento em Odontologia

O CDO é a nova marca de cursos de imersão, aperfeiçoamento e especialização odontológica do Brasil.

Todos os cursos de extensão para dentistas do CDO possuem emissão de certificado de conclusão e são ministrados por profissionais atuantes e referências no atendimento especializado.

Se você gostou deste conteúdo sobre para que serve o escaneamento intraoral, sugerimos que se inscreva em nossa newsletters. Vamos avisá-lo sobre os novos artigos e cursos lançados.

Em alta

Tipos de candidíase na boca – causas e sintomas

Entenda o que causa candidíase em seus pacientes, os fatores de risco e tratamentos disponíveis. Esta infecção fúngica pode surgir por …

Ler matéria

Curso para aplicação de botox: quem pode fazer?

A aplicação da toxina botulínica é um dos procedimentos mais buscado em clínicas odontológicas por todo o país. Saiba como atuar nessa área!

Ler matéria

Quais são os músculos da face? Anatomia facial

Em um rosto existem diversos músculos que desempenham determinadas funções, como a reprodução de movimentos. Conheça agora quais são!

Ler matéria

Sintomas de disfunção temporomandibular e dor orofacial

A disfunção temporomandibular (DTM) é uma síndrome que atinge milhares de pessoas, independente da idade, sexo e raça, sendo muito mais comuns em mulheres adultas. Ao se especializar na área, o dentista será capaz de compreender as características das articulações maxilares, os músculos responsáveis pela mandíbula e poderá identificar os sintomas de disfunção temporomandibular e […]

Ler matéria

Como identificar cárie na radiografia panorâmica?

Você sabia que a radiografia é uma das principais formas de diagnosticar cárie? Veja o que é e como ela pode auxiliar no seu consultório!

Ler matéria

O que é pulpectomia e quem deve fazer?

Este procedimento odontológico faz a remoção da polpa dentária infectada ou doente. A pulpectomia costuma ser uma das etapas do tratamento …

Ler matéria

Outras matérias

Qual é a resina composta mais indicada para dentes posteriores

Qual é a resina composta mais indicada para dentes posteriores?

Você conhece os tipos de resinas compostas para dentes posteriores? Saiba que elas suportam uma maior pressão durante a mastigação. Confira!

Quais os tipos de facetas dentárias

Quais são os tipos de facetas dentárias? Uma visão geral para orientar seu paciente

As facetas dentárias são utilizadas para corrigir diferentes tipos de imperfeições dentárias, tais como manchas e fraturas. Conheça os tipos!

O que é CAD/CAM na odontologia

O que é CAD/CAM na odontologia?

A tecnologia CAD/CAM permite a criação de próteses dentárias mais naturais, garantindo a satisfação dos seus pacientes. Confira as vantagens!

Ideias de posts para dentistas

Ideias de posts para dentistas

Se formou e está com dúvidas sobre o que postar nas suas redes sociais de odontologia? Confira dicas e gere mais engajamento na internet!