Carreira

Quanto custa montar um consultório odontológico? Entenda agora!

Quanto custa montar um consultório odontológico

De acordo com dados do Conselho Federal de Odontologia (CFO), o Brasil tem mais de 44 mil clínicas odontológicas, o que dá uma média de 8 para cada município. E esses números só tendem a crescer com o passar do tempo.

Se você pretende atuar de forma particular, é muito importante que entenda quanto custa montar um consultório odontológico para que o seu objetivo seja alcançado. Com planejamento, seu sonho é possível!

Embora alguns profissionais encontrem satisfação e reconhecimento trabalhando em outras instituições, a ambição da jornada empreendedora garante maior autonomia na prática odontológica.

Diante dessa realidade, aqueles interessados em montar um consultório odontológico devem estar preparados para investir na ideia. Pensando nisso, nós selecionamos os principais elementos no planejamento para a abertura de uma clínica própria.

Você está no blog do Centro de Desenvolvimento Odontológico (CDO). Seja bem-vindo e leia com atenção as informações que separamos abaixo!

Quanto custa montar um consultório odontológico e o que  deve ser considerado nessa hora?

Quando falamos sobre custos, a verdade é que não existe um valor “X” pré-definido. Uma clínica pequena pode ser montada com investimentos bem menores do que aqueles presentes em um consultório de maior complexidade.

Apesar disso, existe uma série de itens imprescindíveis para essa empreitada, os quais devem ser considerados no planejamento.

Abaixo, nós selecionamos os 9 principais elementos presentes na abertura e na manutenção de um consultório odontológico.

1 – Estrutura física

A estrutura física é provavelmente o elemento com o maior investimento associado, o que o torna também um dos mais importantes quando for verificar quanto custa montar um consultório odontológico.

É preciso considerar diferentes aspectos, de acordo com um planejamento e decisões tomadas previamente.

Dentre as principais decisões a serem feitas, estão: você pretende comprar ou alugar o espaço do consultório? Qual a localização desejada?

Dependendo do tamanho e da região geográfica onde o consultório será aberto, valores podem mudar de maneira drástica.

Leia também: Qual especialização em odontologia ganha mais?

2 – Materiais descartáveis

Um consultório odontológico requer uma série de materiais de papelaria e descartáveis, como luvas, papéis, tinta de impressora e outros.

Na maioria das vezes, os custos associados com esses objetos podem ser reduzidos quando se opta pela compra em maiores quantidades.

3 – Equipamentos

Para saber quanto custa montar um consultório odontológico, os investimentos em equipamentos variam de acordo com os serviços que serão oferecidos.

Uma clínica que também realiza exames de imagem, por exemplo, gastará consideravelmente mais ao investir em equipamentos e especialistas.

Dentre os principais que devem ser comprados para um consultório odontológico estão: cadeira, compressor, fotopolimerizador, autoclave e motor elétrico. Naturalmente, quanto maior o número de serviços odontológicos, maiores serão os custos iniciais.

4 – Documentação

Um consultório odontológico é um negócio, o que significa que existe muita papelada e burocracias envolvidas na sua abertura.

Todos os procedimentos e documentos legais para a formalização de uma empresa possuem custos que devem estar no planejamento.

5 – Quadro de funcionários

O quadro de funcionários é um dos elementos com maior variação na montagem e vão interferir na resposta sobre quanto custa montar um consultório odontológico.

Uma clínica menor pode contar exclusivamente com um profissional da área e uma pessoa responsável por marcar consultas e recepcionar pacientes.

Caso o consultório seja maior, o quadro de funcionários seguirá a mesma tendência. Nesses casos, será preciso decidir outras coisas, como as especialidades que serão oferecidas.

Aliado a tudo isso, serviços pontuais (como a limpeza do ambiente) também entram aqui.

6 – Serviços de comunicação

Nenhum consultório é capaz de sobreviver sem um elemento digital, seja para marcar consultas ou salvar dados importantes.

Softwares e serviços de comunicação podem ser utilizados gratuitamente ou não, o que é outro ponto a ser considerado cuidadosamente ao analisar quanto custa montar um consultório odontológico.

7 – Decoração e demais custos físicos

A decoração de uma clínica odontológica costuma ser simples, com a principal preocupação sendo o seu aspecto profissional. Apesar disso, algumas podem utilizar o ambiente para tornar a experiência dos pacientes mais confortável e direcionada.

Um exemplo são os consultórios especializados em odontopediatria. Nesses casos, uma decoração com elementos infantis torna a visita dos pacientes mais tranquila, o que demonstra preocupação com o público sobre o qual o consultório se especializa.

8 – Divulgação

Assim como outros elementos dessa lista, o marketing e a divulgação são essenciais e você precisa analisar isso ao ponderar quanto custa montar um consultório odontológico. 

O sucesso ou fracasso de uma empreitada dessa natureza pode ser impactado tremendamente de acordo com o alcance dos serviços aos pacientes.

9 – Contas fixas e gastos adicionais

Para fechar a lista de pontos que compõem um planejamento de valores de um consultório odontológico, precisamos falar sobre os custos fixos. Enquanto alguns, como a aquisição de equipamentos, são pontuais, outros fazem parte da rotina de gastos de uma clínica.

As contas de água, luz e limpeza são as principais, mas não são as únicas. Caso a estrutura seja alugada, esse valor também entra no orçamento. Basicamente, deve-se levar em conta todos aqueles gastos adicionais periódicos, os quais não se encaixam em outros itens.

Como falado previamente na introdução deste texto, o custo total para a abertura de uma clínica odontológica irá variar de acordo com as decisões tomadas, o que significa que, acima de tudo, é preciso que exista um planejamento cuidadoso e decisões assertivas.

Quanto custa montar um consultório odontológico? A resposta varia muito conforme o planejamento de todos os itens que citamos acima. Faça um bom plano de negócios e tenha esse valor delimitado antes de empreender.

Como razão da nossa existência, o Centro de Desenvolvimento Odontológico (CDO) aborda aqui no blog diversos assuntos que podem ajudar a vida do dentista em suas pesquisas e definições sobre o futuro profissional.

Gostou do conteúdo? Siga nosso perfil no Instagram e fique por dentro dos novos artigos e turmas abertas!

Em alta

Tipos de candidíase na boca – causas e sintomas

Entenda o que causa candidíase em seus pacientes, os fatores de risco e tratamentos disponíveis. Esta infecção fúngica pode surgir por …

Ler matéria

Curso para aplicação de botox: quem pode fazer?

A aplicação da toxina botulínica é um dos procedimentos mais buscado em clínicas odontológicas por todo o país. Saiba como atuar nessa área!

Ler matéria

Quais são os músculos da face? Anatomia facial

Em um rosto existem diversos músculos que desempenham determinadas funções, como a reprodução de movimentos. Conheça agora quais são!

Ler matéria

Sintomas de disfunção temporomandibular e dor orofacial

A disfunção temporomandibular (DTM) é uma síndrome que atinge milhares de pessoas, independente da idade, sexo e raça, sendo muito mais comuns em mulheres adultas. Ao se especializar na área, o dentista será capaz de compreender as características das articulações maxilares, os músculos responsáveis pela mandíbula e poderá identificar os sintomas de disfunção temporomandibular e […]

Ler matéria

Como identificar cárie na radiografia panorâmica?

Você sabia que a radiografia é uma das principais formas de diagnosticar cárie? Veja o que é e como ela pode auxiliar no seu consultório!

Ler matéria

O que é pulpectomia e quem deve fazer?

Este procedimento odontológico faz a remoção da polpa dentária infectada ou doente. A pulpectomia costuma ser uma das etapas do tratamento …

Ler matéria

Outras matérias

Como calcular anestesia odontológica

Como calcular anestesia odontológica?

Antes de calcular a anestesia odontológica é necessário fazer uma anamnese com seu paciente para descobrir possíveis alergias. Saiba mais!

Dicas de cursos para dentistas

10 dicas de cursos para dentistas e amplie sua formação

Para se destacar na odontologia não é necessário apenas a conclusão do curso, o ideal é buscar uma especialização para ser referência na área!

Técnicas de harmonização facial

Conheça as técnicas de harmonização facial

A harmonização facial é uma técnica (não cirúrgica) com o objetivo de trazer mais equilíbrio para a aparência do paciente. Conheça os tipos!

Qual é o melhor material para restauração dentária?

Qual é o melhor material para restauração dentária?

Quer saber qual é o melhor material para restauração dentária? Eles podem ser de porcelana ou resina composta. Descubra qual é o melhor!