Harmonização Facial

O que é harmonização orofacial?

O que é harmonização orofacial

Este tipo de técnica tornou-se bastante popular entre os brasileiros, principalmente pelos seus efeitos e mudanças na autoestima e no sorriso dos pacientes. Mas você sabe de fato o que é harmonização orofacial e quais as suas aplicações?

O procedimento tem o objetivo de deixar o rosto muito mais equilibrado, aumentando a autoestima e trazendo beleza, leveza e jovialidade ao rosto de homens e mulheres.

Fazendo parte da odontologia estética, a harmonização tem conquistado o coração de muitas pessoas e ganhando muito mais espaço no mercado brasileiro. Em 2019, o Conselho Federal de Odontologia aprovou uma regulamentação que autoriza dentistas a fazer tais procedimentos.

Uma boa formação pode fazer toda a diferença no currículo e carreira dos dentistas. Aqui no Centro de Desenvolvimento em Odontologia (CDO) criamos vários cursos para capacitar profissionais nesses serviços. Por exemplo:

Entenda o que é harmonização orofacial?

Este é um procedimento que tem como principal objetivo harmonizar os traços do rosto com o sorriso, o que melhora a autoestima do paciente.

Muito popular na atualidade, principalmente entre as celebridades, a harmonização consiste em um conjunto de técnicas e procedimentos estéticos e funcionais, trabalhando as medidas faciais e dentais, trazendo mais equilíbrio nas proporções áureas do rosto.

Nesse sentido, a harmonização orofacial tem a proposta de tornar o rosto mais simétrico, contribuindo para o bem-estar e saúde do paciente. Contudo, para que o procedimento seja realizado de forma efetiva, é necessário fazer a análise das estruturas da face, do sorriso e da arcada dentária.

Ao explicar o que é harmonização orofacial é importante considerar a estética dos lábios, funções musculares da face, marcas de expressão, dentes e gengivas.

E claro, tanto homens quanto mulheres podem fazer a harmonização orofacial. Normalmente, a feminina é mais focada nas bochechas, enquanto a masculina deixa a mandíbula mais marcada, tal como o nariz mais reto.

Todavia, existem vários métodos e técnicas de harmonização facial, as quais iremos falar a seguir.

Principais técnicas de harmonização orofacial

Embora ainda haja a crença de que a harmonização orofacial consiste apenas na aplicação de ácidos ou de botox, é importante destacar que as técnicas vão muito além disso.

Independente da técnica escolhida, para ter bons resultados é essencial buscar um profissional de confiança, já que a harmonização é uma das especialidades da odontologia desde o ano de 2019.

Por isso, é muito importante escolher um bom dentista para realizar estes procedimentos, tal como a análise do rosto, para assim escolher a melhor técnica para o seu caso.

Sendo assim, as principais técnicas de harmonização orofacial práticas no mercado são a aplicação da toxina botulínica, bichectomia, fios de sustentação, preenchimento com ácido hialurônico e aplicação de ácido deoxicólico.

Toxina botulínica 

A toxina botulínica, conhecida popularmente como botox, é uma das técnicas mais difundidas quando falamos de harmonização orofacial. A aplicação tem o principal objetivo de provocar o relaxamento muscular, sendo indicada para o tratamento de linhas de expressão e rugas.

Além das finalidades estéticas, a aplicação da toxina botulínica tem fins terapêuticos, principalmente para pacientes que costumam apertar os dentes demasiadamente enquanto dormem, aliviando dores de cabeça e melhorando o sorriso.

Nesse sentido, este procedimento é bastante simples e não causa desconfortos ao paciente nem na aplicação nem após. Porém é indicado o retorno ao consultório após 15 (quinze) dias para reavaliação.

Bichectomia 

Outro procedimento que também faz parte da harmonização orofacial é a bichectomia, que é bastante procurada por mulheres por sua promessa de afinar o rosto e deixá-lo mais alongado.

Na prática, a bichectomia é a remoção da bola de Bichat, que é um tecido adiposo localizado na bochecha, deixando-a em um formato mais arredondado.

Para a remoção da bola de Bichat, o paciente é anestesiado no local e a cirurgia acontece dentro da boca, por isso não deixa cicatrizes.

Fios de sustentação 

Ao explicar o que é harmonização orofacial, chegamos então aos fios de sustentação, procedimento bem popular. Trata-se da aplicação de fios para elevar os tecidos do rosto, fazendo com que a pele não fique caída, que é uma das principais reclamações dos pacientes com certa idade.

Além disso, estes fios são compostos por ácidos e cones absorvíveis, estimulando assim a produção de colágeno em áreas flácidas, como: pescoço, papada e sobrancelhas.

O procedimento é praticamente indolor e sem cortes, já que a aplicação é feita apenas com agulhas.

Preenchimento com ácido hialurônico

Por último, e inclusive a técnica mais popular, temos o preenchimento com ácido hialurônico, que atua na correção de rugas e linhas de expressão na face.

De modo geral, o preenchimento com ácido hialurônico é feito para devolver volume em áreas específicas do rosto, como: extremidades, mandíbula, nariz, maçãs do rosto e lábios.

Como você pode perceber, entender o que é harmonização orofacial possibilita uma amplitude em sua carreira odontológica. É possível escolher uma ou mais especialidades para se qualificar e aumentar os serviços oferecidos.

Nós do Centro de Desenvolvimento em Odontologia (CDO) inovamos para trazer a você os melhores cursos de imersão, aperfeiçoamento e especialização odontológica do Brasil.

Todos os cursos odontológicos do CDO possuem emissão de certificado de conclusão e são ministrados por profissionais atuantes e referências no atendimento especializado.

Siga nosso perfil no Instagram e seja avisado sobre novos conteúdos e turmas abertas!

Em alta

Tipos de candidíase na boca – causas e sintomas

Entenda o que causa candidíase em seus pacientes, os fatores de risco e tratamentos disponíveis. Esta infecção fúngica pode surgir por …

Ler matéria

Curso para aplicação de botox: quem pode fazer?

A aplicação da toxina botulínica é um dos procedimentos mais buscado em clínicas odontológicas por todo o país. Saiba como atuar nessa área!

Ler matéria

Quais são os músculos da face? Anatomia facial

Em um rosto existem diversos músculos que desempenham determinadas funções, como a reprodução de movimentos. Conheça agora quais são!

Ler matéria

Sintomas de disfunção temporomandibular e dor orofacial

A disfunção temporomandibular (DTM) é uma síndrome que atinge milhares de pessoas, independente da idade, sexo e raça, sendo muito mais comuns em mulheres adultas. Ao se especializar na área, o dentista será capaz de compreender as características das articulações maxilares, os músculos responsáveis pela mandíbula e poderá identificar os sintomas de disfunção temporomandibular e […]

Ler matéria

Como identificar cárie na radiografia panorâmica?

Você sabia que a radiografia é uma das principais formas de diagnosticar cárie? Veja o que é e como ela pode auxiliar no seu consultório!

Ler matéria

O que é pulpectomia e quem deve fazer?

Este procedimento odontológico faz a remoção da polpa dentária infectada ou doente. A pulpectomia costuma ser uma das etapas do tratamento …

Ler matéria

Outras matérias

Quais procedimentos estéticos o dentista pode fazer?

Quais procedimentos estéticos o dentista pode fazer?

Quer saber quais procedimentos estéticos o dentista pode fazer? Confira alguns, que vão desde clareamento dental até harmonização facial!

Como é feita a gengivoplastia

Como é feita a gengivoplastia? Veja detalhes sobre o procedimento!

Você sabia que a Gengivoplastia pode ajudar a melhorar a saúde bucal dos seus pacientes? Conheça mais sobre o procedimento e saiba realizá-lo!

Principais técnicas de manejo odontopediatria

Principais técnicas de manejo na odontopediatria

Uma habilidade essencial para o dentista é ter a capacidade de se adaptar, a fim de atender os diferentes tipos de pacientes. Entenda!

Técnicas de harmonização facial

Conheça as técnicas de harmonização facial

A harmonização facial é uma técnica (não cirúrgica) com o objetivo de trazer mais equilíbrio para a aparência do paciente. Conheça os tipos!