Entenda

O que é necrose da polpa? Como lidar com o problema?

O que é necrose da polpa

Esta doença bucal não é muito comum e ocorre como consequência de fatores bacteriológicos, físicos ou químicos. Nesse texto, você entenderá o que é necrose da polpa, que também é chamada de “pulpar”.

Para resumir sua definição de forma simples, saiba que essa condição nada mais é do que um processo inflamatório que afeta a camada mais interna do dente, a polpa.

Essa é uma parte do dente que contém nervos, tecido conjuntivo e vasos sanguíneos, o que a torna essencial. Quando a região é acometida pela necrose, podemos dizer que a polpa “morre”, interrompendo funções vitais para a saúde bucal.

A partir do aparecimento da necrose pulpar, a polpa do dente começa a se degenerar, o que é prejudicial não somente para as estruturas orofaciais, mas para o organismo como um todo.

Para ajudá-lo, vamos abordar este tema neste artigo elaborado pela redação do Centro de Desenvolvimento em Odontologia (CDO). Boa leitura!

Veja também: O que é pulpectomia e quem deve fazer?

Entenda o que é necrose da polpa e quais são os seus sintomas

Essa é uma doença relativamente difícil de ser percebida pelos pacientes, especialmente quando o dente atingido é um dos anteriores. Embora existam diversos sintomas perceptíveis, muitos casos podem ser considerados assintomáticos.

Para os pacientes, os sinais podem ser divididos em dois campos: aparência e sensação. No primeiro elemento, nota-se a diferenciação na cor do dente. Enquanto os outros são brancos ou levemente amarelados, o necrosado tem uma coloração mais próxima do cinza.

Do ponto de vista das sensações, ao entender o que é necrose da polpa, saiba que a pessoa acometida pela doença irá perceber dificuldade para mastigar e sensibilidade extrema ao contato, com um único dente sendo afetado. Casos mais graves podem trazer sintomas como edemas, fístulas e até mesmo quadro de febre.

Por se tratar da perda das funções da polpa, é possível que, caso o sistema imunológico do paciente esteja comprometido, a infecção atinja a corrente sanguínea. Nestes casos, existe o risco de infecção generalizada, o que requer cuidados médicos o mais rápido possível.

Quais são as causas da necrose da polpa?

Após o detalhamento feito em parágrafos introdutórios, você já sabe o que é necrose da polpa, agora você verá que ela possui diversas causas, sendo a principal delas a cárie.

Quando a cárie se desenvolve de maneira profunda e lenta, ela eventualmente leva à morte do dente e outras condições.

Acidentes e traumas também são causas comuns. Além disso, bruxismo, periodontites, restaurações aprofundadas realizadas há muito tempo e irritações biológicas, físicas ou químicas podem estar por trás da morte do dente. Descobrir a causa exata é fundamental.

Independentemente do motivo, as consequências são as mesmas: o dente fica inflamado.

A partir dessa situação, uma série de outros problemas podem ocorrer, os quais não são imediatamente associados à doença por parte do paciente e outros profissionais de saúde.

Como é feito o diagnóstico de necrose da polpa?

Por ser uma doença de difícil percepção por parte do paciente, ela depende muito da busca inicial pelos cuidados de um odontologista. É a partir dos incômodos e sinais percebidos no cotidiano que o profissional tem o primeiro contato com a necrose.

Quando em um espaço clínico, deve-se realizar a anamnese e a observação do dente. Em muitos casos, é possível fazer o diagnóstico exclusivamente desta forma, mas exames complementares são recomendados, a fim de se ter uma visão ampla sobre a condição.

O profissional da odontologia também irá submeter o dente a testes de excesso ou falta de calor. No caso de polpas mortas, o paciente não terá qualquer reação.

Se a polpa estiver inflamada, porém viva, existirá a dor. Isto indica se o processo é ou não reversível.

Leia aqui: O que é odontologia do trabalho?

Quais são os tratamentos para necrose da polpa?

Após compreender o que é necrose da polpa, o próximo passo é saber como tratá-la.

Os tratamentos dependem de um fator primordial: a doença é ou não reversível? A partir desta resposta, diferentes caminhos podem ser seguidos.

Apesar disto, em todos eles, o profissional buscará devolver a qualidade de vida ao paciente afetado.

Dentre os possíveis tratamentos, o mais comum é o canal. No tratamento endodôntico, a polpa deve ser removida, limpada e posteriormente preenchida. O objetivo é que a infecção não caia na corrente sanguínea, trazendo maiores prejuízos ao organismo afetado.

Pode ser necessário o uso de medicamentos, em especial os antibióticos. Independentemente do caminho seguido, é preciso considerar o que é necrose da polpa e que ela pode ser percebida antes de se tornar definitiva, o que é uma perspectiva muito mais desejável.

É possível prevenir necrose da polpa?

De maneira simplista, podemos dizer que é possível prevenir a necrose da polpa, mas isto é apenas parcialmente verdade. Considerando que uma de suas causas são os acidentes e os traumas, as consequências nestes casos são inevitáveis. A história muda de acordo com a origem do problema.

Uma boa higiene bucal ajuda a evitar a maioria das outras causas da necrose da polpa, em especial as cáries profundas.

Pensando nisso, é essencial que o profissional da odontologia dê as corretas instruções ao paciente com relação à maneira como ele escova os dentes e até mesmo explique um pouco sobre o que é necrose da polpa para alertá-lo da importância destes cuidados.

Embora não seja uma das doenças orofaciais mais comumente encontradas pelos odontologistas, é imperativo que eles saibam como lidar com a condição. A partir de um tratamento adequado, a qualidade de vida do paciente pode ser restaurada.

Também estamos no Instagram. Siga nosso perfil e seja avisado sobre novos conteúdos e turmas abertas!

Você está no blog do Centro de Desenvolvimento em Odontologia (CDO). Sempre investimos em tecnologia para trazer a você os melhores cursos de imersão, aperfeiçoamento e especialização odontológica do Brasil.

Se você chegou até aqui na busca por informações para entender o que é necrose da polpa e outros temas odontológicos, que tal conhecer nossos cursos de especialização?

Todos os cursos odontológicos do CDO possuem emissão de certificado de conclusão e são ministrados por profissionais atuantes e referências no atendimento especializado.

Em alta

Tipos de candidíase na boca – causas e sintomas

Entenda o que causa candidíase em seus pacientes, os fatores de risco e tratamentos disponíveis. Esta infecção fúngica pode surgir por …

Ler matéria

Curso para aplicação de botox: quem pode fazer?

A aplicação da toxina botulínica é um dos procedimentos mais buscado em clínicas odontológicas por todo o país. Saiba como atuar nessa área!

Ler matéria

Quais são os músculos da face? Anatomia facial

Em um rosto existem diversos músculos que desempenham determinadas funções, como a reprodução de movimentos. Conheça agora quais são!

Ler matéria

Sintomas de disfunção temporomandibular e dor orofacial

A disfunção temporomandibular (DTM) é uma síndrome que atinge milhares de pessoas, independente da idade, sexo e raça, sendo muito mais comuns em mulheres adultas. Ao se especializar na área, o dentista será capaz de compreender as características das articulações maxilares, os músculos responsáveis pela mandíbula e poderá identificar os sintomas de disfunção temporomandibular e […]

Ler matéria

Como identificar cárie na radiografia panorâmica?

Você sabia que a radiografia é uma das principais formas de diagnosticar cárie? Veja o que é e como ela pode auxiliar no seu consultório!

Ler matéria

O que é pulpectomia e quem deve fazer?

Este procedimento odontológico faz a remoção da polpa dentária infectada ou doente. A pulpectomia costuma ser uma das etapas do tratamento …

Ler matéria

Outras matérias

Sintomas de disfunção temporomandibular e dor orofacial

Sintomas de disfunção temporomandibular e dor orofacial

A disfunção temporomandibular (DTM) é uma síndrome que atinge milhares de pessoas, independente da idade, sexo e raça, sendo muito mais comuns em mulheres adultas. Ao se especializar na área, o dentista será capaz de compreender as características das articulações maxilares, os músculos responsáveis pela mandíbula e poderá identificar os sintomas de disfunção temporomandibular e […]

Especialização em toxina botulínica

Especialização em toxina botulínica. Conheça todos os detalhes!

Está planejando trabalhar com aplicação de toxina botulínica em seu consultório? Faça sua especialização e atue nessa área muito rentável!

Curso para aplicação de botox quem pode fazer

Curso para aplicação de botox: quem pode fazer?

A aplicação da toxina botulínica é um dos procedimentos mais buscado em clínicas odontológicas por todo o país. Saiba como atuar nessa área!

O que é Síndrome da Ardência Bucal

O que é Síndrome da Ardência Bucal?

Conhecida também como SAB, essa síndrome é caracterizada pela sensação de queimação na língua ou na boca. Confira os possíveis tratamentos!