Cirurgia

Como é feita a cirurgia de frenectomia?

Como é feita a cirurgia de frenectomia

Esse tipo de operação odontológica é realizada para remover ou modificar o freio lingual ou labial. O procedimento é indicado em casos em que o ele é muito curto ou tenso, provocando problemas funcionais ou estéticos.

Veja, a seguir, como é feita a cirurgia de frenectomia, quais os cuidados pós-operatórios e em que idade o paciente pode ser submetido a ela.

Normalmente, ela é indicada para pacientes que apresentam o freio lingual, popularmente conhecido como língua presa. Trata-se de uma condição que pode provocar não apenas problemas estéticos, mas afeta também a fala, a mastigação, a deglutição e a respiração. Ou seja, afeta significativamente a qualidade de vida da pessoa.

Da mesma forma, a operação também é recomendada para pacientes que apresentam o freio labial. É o chamado sorriso gengival, no qual o lábio superior expõe quantidade excessiva de gengiva. Ou seja, situações nas quais outros procedimentos ou tratamentos não são suficientes.

Este artigo foi elaborado pela redação do Centro de Desenvolvimento em Odontologia (CDO). Veja abaixo, em detalhes, como é esse procedimento, quais suas etapas e tire todas as dúvidas!

Aprenda agora como é feita a cirurgia de frenectomia

Antes de mais nada, é preciso afirmar que esse procedimento é simples. Tanto que costuma ser feito apenas com anestesia local e em consultório odontológico. Outro ponto importante a destacar é a possibilidade de fazê-la a laser, não apenas como intervenção cirúrgica.

Em primeiro lugar, o paciente passa pela avaliação clínica do freio para determinar a técnica mais adequada, ou seja, labial ou lingual.

Na frenectomia labial há a remoção de parte ou todo o freio localizado nos lábios, permitindo que ele se mova mais livremente. Em alguns casos, é necessário fazer a sutura na área da incisão para controlar o sangramento e facilitar a cicatrização.

Já a frenectomia lingual remove ou modifica o freio lingual.

Por fim, há a frenectomia sublingual, variação que consiste na remoção do freio sublingual, um pequeno tecido que se estende da base da língua até a gengiva inferior.

Etapas da frenectomia cirúrgica

Para saber como é feita a cirurgia de frenectomia, entenda que ela deve seguir as etapas básicas abaixo:

  1. A princípio, o paciente é instruído a não comer ou beber nada nas quatro horas anteriores ao procedimento;
  2. Aplicação da anestesia local;
  3. O cirurgião faz uma pequena incisão no freio lingual ou labial para remover uma porção dele, alargando-o e aumentando sua flexibilidade;
  4. Em alguns casos, é necessário suturar a incisão, embora na maioria deles a cicatrização ocorra naturalmente;
  5. Por fim, o paciente recebe orientações sobre cuidados pós-operatórios, incluindo evitar alimentos duros e quentes, fazer repouso e evitar atividades físicas intensas.

Entendeu como é feita a cirurgia de frenectomia? O procedimento é geralmente rápido e simples, assim como a recuperação. Entretanto, o paciente deve receber as orientações devidas quanto à alimentação, higiene bucal adequada e uso de analgésicos para dor.

Já a frenectomia a laser dispensa suturas porque aplica-se radiação de alta potência.

Na prática, ele coagula e esteriliza a região imediatamente, reduzindo edema e trauma dos tecidos moles. Entre as principais vantagens estão a maior precisão, hemóstase e pós-operatório praticamente indolor.

Com que idade é preciso fazer a frenectomia?

Não basta entender como é feita a cirurgia de frenectomia se você não sabe quem pode passar ou não pelo procedimento.

Inicialmente, não há uma idade específica para a realização da frenectomia, já que a indicação depende das necessidades individuais de cada paciente. Sendo assim, a intervenção é feita tanto em bebês quanto em adultos.

No entanto, como veremos adiante, existe uma relação entre a frenectomia e o teste da linguinha, que identifica se o bebê tem a língua presa. Sendo assim, a cirurgia é imprescindível para facilitar, por exemplo, o processo de amamentação, pois o freio lingual curto interfere na sucção.

Já em adultos, a frenectomia é indicada para tratar problemas de fala, mastigação, respiração ou para fins estéticos. A operação é recomendada também para correção do espaço entre dentes, dificuldades na deglutição e até higiene bucal.

Relação entre frenectomia e teste da linguinha

O teste da linguinha é o exame que identifica alterações no frênulo lingual. Ou seja, detecta o problema que é conhecido como língua presa, e é realizado em bebês.

O exame é obrigatório pela Lei nº 13.002/20/06/14, e o Brasil é o primeiro país a exigir o teste ainda no primeiro mês de vida no mundo.

Quando a anomalia é detectada pelo teste, o paciente é encaminhado à frenectomia lingual  que, como vimos, pode ser cirúrgica ou a laser. A intervenção precoce é importante porque, quanto maior a idade da criança, mais espessa torna-se a membrana.

Em suma, é importante entender como é feita a cirurgia de frenectomia e saber que ela é indicada para bebês e adultos, trata-se de um procedimento simples e de rápida recuperação. Seja qual for a técnica, é imprescindível a avaliação correta para indicações devidas da cirurgia.  

Você está no blog do Centro de Desenvolvimento em Odontologia (CDO). Sempre inovamos para trazer a você os melhores cursos de imersão, aperfeiçoamento e especialização odontológica do Brasil.

Todos os cursos odontológicos do CDO possuem certificado de conclusão e são ministrados por profissionais atuantes e referências no atendimento especializado.

Acompanhe nosso perfil no Instagram e seja avisado sobre novos cursos e turmas.

Após aprender aqui como é feita a cirurgia de frenectomia, veja agora para que serve o escaneamento intraoral.

Em alta

Tipos de candidíase na boca – causas e sintomas

Entenda o que causa candidíase em seus pacientes, os fatores de risco e tratamentos disponíveis. Esta infecção fúngica pode surgir por …

Ler matéria

Curso para aplicação de botox: quem pode fazer?

A aplicação da toxina botulínica é um dos procedimentos mais buscado em clínicas odontológicas por todo o país. Saiba como atuar nessa área!

Ler matéria

Quais são os músculos da face? Anatomia facial

Em um rosto existem diversos músculos que desempenham determinadas funções, como a reprodução de movimentos. Conheça agora quais são!

Ler matéria

Sintomas de disfunção temporomandibular e dor orofacial

A disfunção temporomandibular (DTM) é uma síndrome que atinge milhares de pessoas, independente da idade, sexo e raça, sendo muito mais comuns em mulheres adultas. Ao se especializar na área, o dentista será capaz de compreender as características das articulações maxilares, os músculos responsáveis pela mandíbula e poderá identificar os sintomas de disfunção temporomandibular e […]

Ler matéria

Como identificar cárie na radiografia panorâmica?

Você sabia que a radiografia é uma das principais formas de diagnosticar cárie? Veja o que é e como ela pode auxiliar no seu consultório!

Ler matéria

O que é pulpectomia e quem deve fazer?

Este procedimento odontológico faz a remoção da polpa dentária infectada ou doente. A pulpectomia costuma ser uma das etapas do tratamento …

Ler matéria

Outras matérias

Como ser um dentista de sucesso

Como ser um dentista de sucesso?

Para ter sucesso na odontologia é essencial encarar sua carreira com visão empreendedora, investindo em capacitações e na imagem profissional!

Como fazer anamnese odontológica

Como fazer anamnese odontológica?

Você sabia que a anamnese odontológica é essencial para oferecer um ótimo atendimento em seu consultório? Confira o que perguntar ao paciente!

Para que serve a punção venosa na odontologia

Para que serve a punção venosa na odontologia?

“Punção” é um dos sinônimos existentes para perfuração feita com uma agulha em tecido vivo; enquanto “venosa” tem relação com a palavra …

o que é anamnese odontológica

O que é anamnese odontológica?

É importante anotar cada detalhe sobre o paciente, inclusive o histórico familiar, para ajustar os tratamentos a sua necessidade. Entenda!